Tudo começou em 1960 com uma pequena loja de animais que o técnico farmacêutico, especialista de coleópteros e aquariófilo, Joachim Böhme, natural de Dresden, abriu em Ludwigshafen, acabando por fazer do seu hobby a sua profissão. Quando as doenças nos peixes ornamentais se tornaram um problema, ele desenvolveu nessa altura um produto contra a "doença dos pontos brancos", conhecida no círculo dos aquariófilos por "Íctio", ao qual foi atribuído o nome Punktol e o que ainda pode ser adquirido nos dias de hoje. Para poder lançar este medicamento no mercado, ele precisava de um nome de marca, que ele próprio criou juntando as iniciais do seu nome JB e a de Ludwigshafen, sendo a essa a cidade onde tudo tinha começado.

Depois do lançamento da marca JBL, esta cresceu rapidamente tornando-se um dos maiores vendedores de toda a gama de produtos para aquários, terrários e lagos de jardim na Alemanha, com sede em Neuhofen, no Palatinado, desde 1984. No grande recinto da empresa com uma área de 2,5 ha trabalham 160 empregados. Hoje, a empresa JBL fornece 60 países em todo o mundo com uma gama de mais de 1000 produtos e mais de 300 peças de substituição.

Também hoje, sob a direção de Roland Böhme, o filho do fundador da empresa, a investigação merece especial atenção.

O nosso objetivo é que os animais nos aquários, terrários e nos lagos de jardim se mantenham tão saudáveis para poderem procriar, para que seja possível continuar a reduzir a recolha desses animais na natureza. Isso, no entanto, requer investigação fundamental e de biótopos.

Roland Böhme, gerente da JBL

Fiel ao lema "Posição de vantagem por meio da investigação", é imprescindível, como base para o desenvolvimento dos produtos, utilizar informações sobre os padrões de vida dos animais e os seus habitats. Como fabricante sério e altamente exigente, a JBL não pretende confiar em informações duvidosas apresentadas na Internet ou em dados antiquados na literatura. Por isso, a JBL opera o seu centro de pesquisa próprio com cientistas experientes, organizando, anualmente, expedições investigativas nas zonas onde se encontram os habitats dos ocupantes dos aquários e terrários, para recolher, da própria fonte, as suas informações.

Além disso, a JBL colabora com institutos científicos de liderança na Europa, para obter os resultados mais exatos.

Através de cooperações adicionais com piscicultores, aquários públicos, jardins zoológicos e importadores de peixes é efetuado um permanente intercâmbio de informações. Sobre esta base necessária podem aliar-se conhecimentos teóricos e práticos, que são integrados nos desenvolvimentos de produtos mais atuais.